Torta de chocolate com doce de leite | O Filho da Noiva

Quando se trata de receitas que envolvem doce de leite, eu sempre procuro fazer uma referência ao cinema argentino. Acompanho as produções feitas por nossos hermanos e já postei aqui e aqui sobre dois filmes deliciosos de se assistir. Acompanho com igual fervor a carreira do ator Ricardo Darín, adorado por aqui e por lá.

Por isso, passou da hora de falar de um dos filmes mais populares de Darín e que fez com que virasse um dos atores mais cobiçados da Argentina. Dirigido por Juan José Campanella, Filho da Noiva conta a história de Rafael Belvedere, um homem de 40 e poucos que está passando por uma crise: sua ex-mulher diz que ele não passa tempo suficiente com a filha, o restaurante de seu pai (do qual agora é dono) está perdendo dinheiro, a namorada está na expectativa de que ele firme compromisso, e ainda há a culpa de não visitar sua mãe com mais frequência.

Pois, apesar de seus pais, Nino e Norma, estarem juntos há muito tempo e terem vivido uma linda história, Norma tem Alzheimer. Como muitas pessoas nos estados mais avançados da doença, ela tem lampejos de lucidez, nos quais reconhece o marido, o filho e a neta. Mas esses raros momentos estão diminuindo, e a culpa em Rafael só aumenta.

O estresse chega ao nível máximo quando ele tem uma pequena parada cardíaca e é preciso ser internado. A reviravolta de sua vida começa quando ele reencontra Juan Carlos – o sempre ótimo Eduardo Blanco –, um amigo de infância bonachão e risonho que, de tão otimista chega a ser irritante.

Mas é esse ponto de vista alegre que faz com que Rafael passe a olhar as coisas de maneira diferente. Ele precisa consertar os pedaços quebrados de sua vida social e o faz com a preciosa ajuda de Juan Carlos. Enquanto isso, seu pai decide se casar de vez com sua mãe, para realizar um sonho antigo dela. A princípio Rafael acha um absurdo, pois ela não iria se lembrar de nada, mas se deixa convencer.

É um filme extramente tocante, com altas probabilidades de levar às lágrimas (eu choro toda vez que assisto). E se você ainda não assistiu, larga o lápis, o computador, agarra um pedaço dessa torta e corre lá, porque é lindo demais!

Que torta? Essa torta de chocolate com doce de leite maravilhosa da qual eu vou falar agora mesmo! Receita que testei pela primeira vez e deu tão, mas tão certo, que estou seriamente pensando em fazer de novo porque sim. Massa crocante e nada doce, cobertura cremosa, saborosa e aquele contraste incri entre o doce de leite e o chocolate.

A receita original era feita com caramelo (que um dia testarei) mas, como o marido não curte muito caramelo, substituí por doce de leite e deu na mesma – no quesito montagem e consistência. O verdadeiro truque para essa torta é o sal. Sim, o próprio. Um pouquinho na massa e um quase nada por cima do chocolate e voilá! Ah, e recomendo muito mesmo de verdade pesar todas as medidas numa balança. Melhor do que confiar nas medições por xícaras.

Enfim, uma torta que tinha tudo para ser enjoativamente doce se transforma numa gordicezinha impossível de comer um pedaço só. Conheço gente, inclusive, que comeu vários pedacinhos pequenos achando que conseguiria enganar o cérebro 😛

TORTA DE CHOCOLATE COM DOCE DE LEITE

Tempo de preparo: 30 minutos
Tempo de espera: 1h45 minutos

Tempo total: 2h15 minutos

Ingredientes

Massa:
6 colheres (85g) de manteiga com sal, à temperatura ambiente
¼ (35g) de açúcar
1 gema
1 xícara (140g) de farinha
1/3 xícara (35g) de cacau em pó (não é chocolate em pó!)
¼ colher (chá) de sal marinho

Recheio:
230g de chocolate amargo (fiz um blend de ao leite com amargo)
2 ovos
1 e ¼ xícaras (310 ml) de leite (pode ser semidesnatado)
1 xícara (240g) ou 5 colheres (sopa), cheias, de doce de leite
sal marinho

Modo de preparo

Faça a massa na tigela da batedeira, com a pá de formato triangular, se tiver. Bata a manteiga e o açúcar em velocidade baixa até formar um creme claro e fofo. Adicione a gema, bata mais e pare a batedeira para raspar as laterais se for preciso.

Quando estiver tudo homogêneo, adicione a farinha e o cacau em pó, até a massa ficar esfarelenta. Em seguida, com as mãos, forme uma bola, enrole em papel filme e deixe descansar a temperatura ambiente (ou seja, fora da geladeira) por 30 minutos.

Depois, usando os nós dos dedos, aperte toda a massa em uma forma de 23 cm. Não esqueça de apertar a massa para as laterais, também. Fiz em uma com fundo removível mas, como era muito grande, ficou muito baixinha. Da próxima vez vou tentar fazer em uma menor. Jogue um pouco do sal marinho por cima da massa e aperte-o, para que incorpore. Leve ao congelador por 30 minutos.

Passado esse tempo, pré-aqueça o forno a 200° e faça furinhos em toda a massa com um garfo. Em seguida, cubra-a com papel alumínio e use feijões secos para fazer um peso (para que não encha de ar). Cozinhe por 15 minutos, retire o papel e os feijões e cozinhe por mais 5 minutos, até ficar ligeiramente dourada.

Diminua a temperatura do forno para 150° e comece a fazer o recheio. Se você já tem doce de leite pronto, só espalhar por cima da massa ainda quente. Se não tiver, faça em casa com uma lata de leite condensado, como fiz nessa receita. Se o doce de leite estiver muito duro, espere uns minutinhos até que o calor da torta derreta levemente, assim dará para espalhar melhor.

Depois, derreta o chocolate em uma tigela mais ou menos grande, completamente limpa e seca. Derreti o meu no micro-ondas, de 20 em 20 segundos, até o chocolate ficar quase inteiramente derretido. Mexa com uma espátula de silicone até todos os pedacinhos derreterem por completo. Posicione uma peneira sobre a tigela.

Bata os ovos em uma tigelinha à parte, e aqueça o leite em um refratário (aquelas canecas de teflon são ótimas para isso). Não deixe o leite ferver. Com muito cuidado e usando um fouet, adicione aos pouquinhos o leite nos ovos (mexendo sempre para não talhar!) e, quando tiver incorporado, levar novamente ao fogo, mexendo constantemente, até formar um creminho mais grosso. Se parecer meio separado, retire do fogo e, com o fouet, bata até incorporar novamente.

Passe esse creminho pela peneira, em cima do chocolate, e mexa até virar um creme lisinho. Coloque por cima do doce de leite e espalhe um pouquinho mais de sal marinho por cima. Asse a torta por mais 20 minutos. Desligue o forno e deixe a torta lá por outros 45 minutos, com a porta do forno fechada. Depois, só servir.

Beijos, e até o próximo post!
🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s