Bombons de uva com chocolate | Em Nome do Pai

Tenho muito orgulho de mim mesma quando consigo me organizar o suficiente para produzir posts temáticos, e este é o segundo em homenagem ao St. Patrick’s Day! Também temos o post do carnaval e o especial de Natal, ambos do ano passado. Mas para celebrar mais um aniversário do padroeiro da Irlanda, resolvi falar de um filme que não é particularmente feliz, mas é lindíssimo.

Dirigido por Jim Sheridan, Em Nome do Pai conta a história real de Gerard Conlon, baseado na autobiografia “Proved Innocent” (que não li). O filme mostra a vida de Gerry na pequena cidade de Guilford, Surrey (Inglaterra) na década de 70. Pequeno ladrão e cometedor de delitos leves, Conlon vivia em paz e harmonia com a família e os amigos em plena década de paz e amor. Por desgraça, ele presencia um atentado terrorista ao pub “Horse and Groom” ao lado de amigos. O ataque matou cinco pessoas e feriu outras 65.

Acusado pela feroz polícia irlandesa de ter participado do atentado – encabeçado pelo Exército Republicano Irlandês (Irish Republican Army, em inglês) –, Conlon e mais três amigos foram condenados à prisão perpétua. Enquanto isso seu pai, o doce Giuseppe (interpretado pelo ótimo Pete Postlethwaite) viaja a Londres para ajudar o filho.

Mas ele também é detido pela polícia, acusado de estar colaborando com o atentado a partir de uma fábrica de bombas. Juntos, os dois devem sobreviver à prisão e superar o trauma de serem condenados inocentes. A única esperança que temos é da advogada inglesa Gareth Pierce, interpretada pela maravilhosa Emma Thompson.

De forma seca e cruel, Sheridan explicita o terror das polícias antiterroristas quando cometem um erro e não podem/conseguem admiti-lo. Com cenas fortes de tortura psicológica e uma atuação (sempre) magistral de Daniel Day-Lewis, vemos o desespero de Conlon ao ter sua vida completamente destruída – ele passou 15 anos encarcerado–, sofrendo com as ameaças dos internos e tentando se provar inocente. Hábil ao criar a tensão em torno da polícia irlandesa, o diretor cria um drama eficaz e belíssimo, além de muito triste (é claro).

Agora, você que passou o fim de semana inteirou tomando chopp verde da Guinness com um chapéu de Leprechaun na cabeça, pode separar uma horinha para preparar esses bombons de uva com chocolate facílimos porque valem muito a pena! A combinação da fruta com chocolate deixou com sabor fresco, nada doce e muito repetível!

BOMBONS DE UVA COM CHOCOLATE

rende aprox. 50 docinhos
Tempo total: 1h

Ingredientes

200g de chocolate (usei 100g de 70% e 100g ao leite)
300g de uvas verdes sem semente
10g ou 1 colher de sopa de confeitos verdes
10g ou 1 colher de sopa de confeitos brancos

Modo de preparo

Lave as uvas e deixe-as secar completamente. Enquanto isso, pique o chocolate grosseiramente. Em uma tigela de vidro totalmente seca, derreta de 30 em 30 segundos no micro-ondas, até que o chocolate fique com alguns pedaços sem derreter. Mexa com uma colher de pau até derreter tudo.

Em seguida, faça a temperagem*: coloque o pote em uma travessa com água fria (da pia ou da geladeira) e mexa até o chocolate estar frio ao toque (prove colocando na parte de fora do lábio inferior, quase no queixo). Com a ajuda de um garfo, mergulhe a uva no chocolate e cubra-a completamente.

Retire o excesso de chocolate dando leves pancadinhas na tigela, e coloque sobre a assadeira. Imediatamente polvilhe com os confeitos, antes que o chocolate comece a secar (eu prefiro polvilhar jogando com as mãos e quando já estão na assadeira, ao invés de fazer em cima do “prato dos confeitos”, para evitar que caia chocolate derretido em cima e estrague tudo).

Leve os bombons para secar na geladeira até que fiquem durinhos, mas não deixe que fiquem tempo demais, ou a temperagem será arruinada – o chocolate irá “suar” e derreter quando fora da geladeira.

E pronto! Agora é só se controlar muito para não comer a bandeja numa sentada só!

Beijos, e até o próximo post!
🙂

*Esse post só foi possível graças à consultoria da Luiza Braulio, chocolatièrie responsável pelo Cacao Brasilis

Anúncios

2 comentários sobre “Bombons de uva com chocolate | Em Nome do Pai

  1. Maira, Majara querida, voc fantstica, o filme fantstico e h uma cena no filme, particularmente fantstica, para continuar no adjetivo qualificativo, que quando o personagem, interpretado por Corin Redgrave levado priso e desce as escadas, escoltado. Ele no diz nadica de nada e nem precisa. A presena dele no filme foi uma coisa… fantstica.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s