Palitos de chocolate | Peixe Grande

Não sei se deu para perceber, mas essa semana estou na vibe “filmes adoráveis”. E não se trata daqueles de animação com bichinhos fofos, mas adoráveis por serem positivos e levarem às lágrimas por conterem mensagens bonitas e finais felizes – ainda que tristes. Dá para entender? Bem, se você leu o post da semana passada, acho que sim. Se ainda não, vamos lá.

Esse é um dos filmes mais incríveis de Tim Burton – que, após tantas parcerias com Johnny Depp e sua esposa, Helena Bonham Carter, descambou para uma mesmice sem fim (não que eu não goste, ok?) – quando o diretor ainda se aventurava no lado fantástico de sua imaginação sem cair para o gótico. Peixe Grande é uma grande aventura colorida, cheia de personagens fabulosos e histórias absurdas.

E, justamente por isso, é um de seus filmes de maior sucesso. Além de contar uma história belíssima – já chego lá! –, também retrata um mundo irreal, porém plausível e quase, quase possível. O enredo é em torno de Edward Bloom, um homem (Albert Finney) destinado a coisas grandiosas que, à beira da morte, decide recontar todas suas histórias ao filho descrente (um Billy Crudup ainda lindíssimo como Will).

Enquanto tenta juntar as peças de um quebra-cabeças sem pé nem cabeça (hã hã?) e conhecer mais sobre seu pai, fazemos uma viagem ao passado e acompanhamos o jovem Ed (o sempre incrível Ewan McGregor), da infância até a idade adulta, em suas aventuras pelo mundo, vivendo espécies de lendas e mitos verdadeiros (pelo menos na cabeça do velho Ed).

É a partir desses fragmentos fantásticos que Will começa a entender o sentimento grandioso que o pai – a quem ele sempre chamou de mentiroso – tem pelo mundo, pelos amigos e pela vida. Conhecemos, portanto, uma bruxa (Helena Bonham Carter sempre bem em papeis malucos) que com seu olho mágico previa as mortes de cada um; um gigante bonzinho que se tornou seu melhor amigo; uma cidade tão amigável que ninguém nunca a havia deixado – excedo Ed – e por aí vai.

Temos várias participações de outros ótimos atores, como Steve Buscemi, Marion Cotillard e Danny De Vito. Enfim, é um filme que me traz lágrimas aos olhos só com o trailer. Divertido, cativante, engraçado e romântico. Como não amar? Sou capaz de revê-lo várias e várias vezes sem me cansar, sem me transportar a esse mundo incrível – méritos, é claro, de Burton e sua enorme imaginação. E o fim, gente, é das coisas mais alegres e emocionantes que já vi.

Para combinar, portanto, com um filme tão adorável, doce, meigo e mais adjetivos que possam ser inseridos aqui, precisava fazer algo à altura, que adoçasse minha boca e meu coração na mesma medida. Fazia muito tempo que meu pai me pedia esses palitos cobertos com chocolate – mas ele pedia biscoitos tipo champagne. Decidi que seria mais chique e faria meus próprios biscoitinhos (e não champagne).

Peguei a receita no sempre ótimo Technicolor Kitchen, e confesso que o resultado foi mais do que eu esperava! Piquei algumas amêndoas para cobrir alguns dos biscoitos e fez tanto sucesso que me perguntaram porque não fiz isso com todas.

PALITOS DE CHOCOLATE

rende 20 biscoitos
Tempo de preparo: 15 minutos
Tempo de cocção: 10 minutos
Tempo de cobrir com chocoalte: 20 minutos

Tempo de esfriamento: 15 minutos
Tempo total: 1h

Ingredientes

260g de farinha de trigo
120g de manteiga, em temperatura ambiente – não pode estar mole demais
2 colheres (chá) de fermento em pó
100g de açúcar
1 ovo pequeno, levemente batido
500g de chocolate (usei um blend deste com este)

Modo de preparo

Pré-aqueça o forno a 170º e prepare as assadeiras com papel manteiga (usei duas). Coloque numa tigela a farinha e o fermento, ambos peneirados, e acrescente a manteiga. Misture com as mãos até formar uma farofinha (não precisa ser muito fina). Acrescente o açúcar (também peneirado) e o ovo, e misture bem.

Separe porções da massa e modele palitos do tamanho que desejar. Fui enrolando os meus e modelando com as mãos, mesmo. Vá colocando nas assadeiras e leve ao forno por 10 minutos mais ou menos, ou até que dourem. Deixe esfriar completamente da assadeira – e retire com muito cuidado, para não quebrarem.

Enquanto esfriam, pique o chocolate e derreta-o no micro-ondas de 30 em 30 segundos, mexendo sempre a cada aquecimento. Quando estiver quase sempre derretido, mexa até derreter os últimos pedaços. Quando terminar, tempere-o: coloque o pote do chocolate em outro com água e gelo, e mexa o chocolate por uns 3 minutos sem parar (isso se chama temperagem).

Coloque uma gradinha em cima da travessa do chocolate e, com a ajuda de um garfo, vá mergulhando os palitos um a um, deixando que o excesso de chocolate escorra (dê umas batidinhas para que caia tudo). Após fazer isso com todos, deixe na geladeira por 15 minutos, ou até perceber que o chocolate ficou opaco (ou seja, durinho). Conserve em um pote fechado ou em um pratinho coberto com um pano.

Voilá. Sucesso absoluto na casa.

Beijos, e até o próximo post!
🙂

Receita via Technicolor Kitchen

Anúncios

2 comentários sobre “Palitos de chocolate | Peixe Grande

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s