Bolurso | Kung Fu Panda

Como eu não tenho que ficar me explicando, vou fazer mais um post sobre animação. Por quê? Porque essa animação é fofa, eu adoro e tem tudo a ver com o quitute que fiz para acompanhá-lo. Às vezes a gente não dá muito crédito para algumas animações que aparecem – e essa não foi a primeira delas. Felizmente, quem quebra os pré-conceitos que envolvem um filme podem se divertir muito. Foi o caso.

Quando lançaram Kung Fu Panda, em 2008, fiquei apreensiva – como sempre acontece quando gosto de um cartaz ou trailer –, já que um dos diretores, John Stevensson, é o responsável por outras grandes películas de animação dos anos 2000 – entre elas Shrek, Madagascar, Como Treinar Seu Dragão e A Origem dos Guardiões. Mas a Dreamworks, ainda mais do que a Pixar, sempre me surpreende. Porque, apesar de certa inconstância, o estúdio é muito menos ambicioso do que o primo rico de John Lasseter e consegue fazer coisas tão divertidas quanto.

Bem, a história deste primeiro filme nos apresenta a Po – dublado brilhantemente por Jack Black –, um panda gordo, preguiçoso e irreverente que vive com o pai (um ganso), um famoso chef de noodles. Grande entusiasta das artes marciais, Po não tem, entretanto, qualquer habilidade na luta. Inesperadamente, ele é escolhido pelo ancião da aldeia para cumprir uma antiga profecia: a de que ele é o grande Dragão Guerreiro, aquele que seria responsável por salvar não só o mundo, mas o próprio kung fu de um terrível vilão, Tai Lung.

Ele se junta, então, ao grupo do mestre panda vermelho Shifu (Dustin Hoffman), que conta com outros alunos, os lendários Cinco Furiosos: Tigresa (Angelina Jolie), Garça (David Cross), Louva-a-Deus (Seth Rogen), Víbora (Lucy Liu) e Macaco (Jackie Shan), sendo que cada um representa um estilo do kung fu. Mesmo vendo a inabilidade de Po, Shifu decide treiná-lo, confiando em seu antigo mestre. E o roteiro aqui se desenrola de maneira deliciosa e muito divertida, misturando toques de comédia, ação, drama e romantismo na medida mais do que exata. É uma história sobre superação, autoconfiança e amizade. Coisa que nunca falta hoje em dia.

Já o segundo filme, Kung Fu Panda 2, lançado três anos depois, foi ainda mais surpreendente, simplesmente por não destruir a história e transformá-la apenas em caça-níquel como tantas vezes já vi acontecer – vide Shrek 2, Carros 2, Gato de Botas, etc. Po continua sendo um grande guerreiro, respeitado por seu mestre e pelos amigos Furiosos. Contudo, ele começa a questionar seu passado tão turbulento (afinal, seu pai é um ganso).

Tentando descobrir de onde vem, Po se vê às voltas com um novo vilão, Lord Shen de Gongman (voz do sempre maravilhoso Gary Oldman), que pretende conquistar a China com uma nova e terrível arma. Ele aterroriza as aldeias vizinhas no maior estilo hitleriano, e Po sente que é seu dever, como Dragão Guerreiro, de salvar o país e o kung fu. Ele também tem um novo desafio na evolução da arte: treinar a paz interior, como o mestre Shifu tenta lhe ensinar. A história, igualmente divertida – se não até mais! –, é bonita e tem um contexto histórico fabuloso. A própria arma que Shen quer usar é pensada de maneira brilhante pelos realizadores, e o estúdio consegue, novamente, dosar drama, comédia e ação em boas medidas.

Quem estava na dúvida sobre o que é essa coisinha de chocolate no meio do bolo de baunilha, será que já consegue fazer uma ideia? Bem, sim, é um urso. Não, não é um panda. Mas, para compensar a monocromia e fazer um ying-yang de bolo, tirei essa ideia genial do meu adorado livro Las Recetas de la Felicidad. A receita, apesar de dupla (porque deve-se fazer dois bolos) é bem simples e divertida de fazer. Cortar os ursinhos é um prazer aparte. O único porém é que eu deveria ter escolhido uma forma menor mas… como eu ia adivinhar, né?

BOLURSO

Tempo de preparo bolo de chocolate: 1h
Tempo de preparo bolo de baunilha: 50 minutos
Tempo de espera: 1h
Tempo total: 2h50 minutos

Ingredientes

Bolo de chocolate

1 xícara de manteiga
200g de açúcar
4 ovos
250g de farinha de trigo
40g de cacau em pó (usei o da Amma)
1 colher (chá) de fermento
uma pitadinha de sal

Bolo de baunilha

1 xícara de manteiga
200g de açúcar
4 ovos
1 colher (chá) de extrato de baunilha
250g de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento
uma pitadinha de sal

Modo de preparo

Pré-aqueça o forno a 180º. Começamos com o bolo de chocolate. Bater a manteiga e o açúcar até formar uma farofinha. Juntar os ovos um a um e bater bem a cada adição. Depois, misturar, um por vez, a farinha, o chocolate, o fermento e o sal. Com a ajuda de uma espátula, vá limpando a borda da bacia. Coloque em uma forma de plumcake untada (aquelas compridinhas) e leve ao forno por 45 minutos ou até dourar. Faça o teste do palito.

Quando estiver pronto, tire do forno e deixe esfriar na forma por 15 minutos. Depois, coloque o bolo em uma gradinha e deixe esfriar completamente. Enquanto isso, já deixe a forma do bolo preparada, untada somente com manteiga. Corte fatias grossas do bolo e molde com o cortador que desejar – no caso, de urso – os pedaços de bolo. Vá colocando os pedaços cortados em fila na forma até completá-la. Deixar no congelador por pelo menos uma hora.

Atenção: não faça o bolo de baunilha antes de passada uma hora – ou seja, antes de tirar o bolo do freezer, porque a massa ficará fermentando antes de entrar no forno.

Pré-aqueça o forno novamente a 180º e bata, como no anterior, o açúcar e a manteiga, juntando depois os ovos, a baunilha e o restante dos ingredientes secos, sempre batendo muito bem a cada adição. Quando estiver pronto para ir ao forno, tire a forma do congelador e despeje essa por cima. Leve ao forno por mais 40 minutos, ou até dourar.

É meio trabalhoso, mas é bem fácil. As etapas são rapidinhas.

Beijos, e até o próximo post!
🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s