Muffins de “dedo” | Todo Mundo Quase Morto

Iu! Eca, que nojo! É o que provavelmente a maioria das pessoas pensou ao ler o título desse post – na real, eu até espero que sim, por motivos de: potencial. Mas a escolha do título pode ser explicada ao fim desse post, prometo. Bem, se existe um conceito de fidelidade nesse mundo, ele está relacionado aos fãs – e aqui o tópico sobre gêneros de filmes que tive no primeiro post da semana casa direitinho.

Não importa que tipo de fã você é. Basta ter um pequeno grupo de pessoas viciado em um tema para que, dali 30 anos, o resto das pessoas tenha ouvido falar sobre ele. E este é justamente o caso. Em 1968, um diretor chamado George A. Romero decidiu fazer um filme de terror e o chamou de A Noite dos Mortos-Vivos. O filme é ruim – o que o torna excelente – e mal sabia ele o sucesso que o aguardava. Tanto que, dez anos depois, decidiu fazer outro: O Despertar dos Mortos, caso semelhante ao primeiro, mas que se transformou em um “clássico”, se é que me entendem…

Essa introdução é necessária para entender o contexto do filme em questão. Pois o Todo Mundo Quase Morto de Edgar Wright, ao qual faço minhas mais modestas homenagens aqui, é uma paródia/homenagem ao filme de 1978 de Romero. Claro, pois este, em inglês, se chama “Dawn of the Dead”, enquanto o de Wright se chama “Shaun of the Dead”, fazendo alusão ao personagem-título, vivido pelo sempre brilhante Simon Pegg.

A história é bastante diferente do original, mas muito mais divertida. Gira em torno de dois amigos, Shaun e Ed, dois rapazes que presenciam o apocalipse – ou seja, a conversão do mundo em mortos-vivos comedores de cérebro – e precisam sobrevir a ele. Enquanto tentam, da maneira mais espalhafatosa possível, Shaun também tenta conseguir sua ex-namorada de volta e se reconciliar com a mãe. E embora contenha alguns momentos de maior tensão emocional, o filme todo é considerado a grande gag zumbi de todos os tempos. Imperdível!!

Agora talvez fique mais claro o porquê do título: salsichas >> dedos >> zumbis. Certo? Bem, é claro que a ideia da comida + filme já me havia ocorrido, mas o título de fato veio do meu namorado genial, que também é fã do filme. Uma pena que eu não tenha tirado foto com ketchup em cima dos muffins, isso sim teria sido uma sacada de mestre.

Ah, é que os muffins foram feitos, também, para acompanhar o dia de SuperBowl na casa de uma amiga, Atalija, e não duraram nem até a metade do segundo quarto (tô manjando demais desse trem chamado futebol americano!). Dito isso, espero que gostem da sugestão. Os muffins ficaram sequinhos e mais para doces, mas com um molho gostoso – ketchup, barbecue ou, pasmem, chili! – ficam deliciosos.

MUFFINS DE “DEDO” ou MUFFINS DE CORNDOG

rende 10-12
Tempo de preparo: 10 minutos

Tempo de forno: 10-12 minutos
Tempo de esfriamento: 10 minutos
Tempo total: 30 minutos

Ingredientes

1 xícara de farinha de trigo
1 xícara de farinha de milho
½ xícara de açúcar
2 e ½ colheres (chá) de bicarbonato
1 colher (chá) de sal
1 xícara de leite
1/3 xícara de óleo
1 ovo
2 salsichas

Modo de preparo

Pré-aqueça o forno a 180º. Cozinhar duas salsichas em água fervente por 3 minutos. Reserve. Em uma tigela, misture todos os ingredientes secos primeiro. Em seguida, acrescente o leite, o ovo e o óleo, e mexa só até ficar homogêneo – massa de muffin não deve ser muito batida.

Unte forminhas de muffin com manteiga e preencha até ¾. Corte as salsichas em seis pedaços e mergulhe na massa, fazendo pressão para afundar quase até o fim. Assar os muffins por cerca de 10 minutos, ou até que fiquem douradinhos.

Simples e gostoso, bem do jeito que eu gosto.

Beijos, e até o próximo post!
🙂

Anúncios

Um comentário sobre “Muffins de “dedo” | Todo Mundo Quase Morto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s